Nossa Voz

x
 
 
 
 
  1. Play
       2192   01:02:00   Faixa:     Verso Recitado

    Ser Dor Mar


    + Ouvidas:  80
    Disco Autor Interprete





    Interpretes:
    Arranjos:
    Músicos: & Instrumentos:

  2. Play
       3043   01:25:00   Faixa: 1    Verso Recitado

    Eu Amo o meu Sertão


    + Ouvidas:  1
    Disco Autor Interprete





    Autores:
    Interpretes:
    Arranjos:
    Músicos: & Instrumentos:
    Produtores:

LITERATURA realizados (Diego Mendes Sousa) no PIAUÍCult. 

  1. Interprete   Autor  

    |   I COLETÂNEA DE POESIAS E CRÔNICAS DA APAL   | Música:  Ser Dor Mar   |Autor:  Diego Mendes Sousa    |  + Tocadas:  80

  2. Interprete   Autor  

    |   I COLETÂNEA DE POESIAS E CRÔNICAS DA APAL   | Música:  Rio   |Autor:  Diego Mendes Sousa    |  + Tocadas:  29

  3. Autor  

    |   I COLETÂNEA DE POESIAS E CRÔNICAS DA APAL   | Música:  Poesias de Diego M Sousa   |Autor:  Diego Mendes Sousa    |  + Tocadas:  8

  4. Interprete  

    |   A ARTE DE MESTRE AGEU   | Música:  Eu Amo o meu Sertão   |Autor:  Mestre Ageu    |  + Tocadas:  1

  5. Interprete  

    |   A ARTE DE MESTRE AGEU   | Música:  Mar de Rosas   |Autor:  Mestre Ageu    |  + Tocadas:  1

Sobre... (Diego Mendes Sousa). 

Diego Mendes Sousa é natural de Parnaíba-PI, bacharel em Direito, escritor, jornalista, empresário, documentarista, roteirista, promotor cultural e blogueiro literário.

Escreveu os livros DIVAGAÇÕES (2006); METAFÍSICA DO ENCANTO (2008, Prêmio Nacional de Poesia da UBE-RJ); 50 POEMAS ESCOLHIDOS PELO AUTOR ( 2010, Edições Galo Branco); FOGO DE ALABASTRO (2011, Coleção Madrugada); CANDELABRO DE ÁLAMO (2012, Coleção Madrugada); O VIAJOR DE ALTAÍBA (2013, posfácio de Carlos Nejar); ALMA LITORÂNEA (2014); GRAVIDADE DAS XANANAS (2015) e TINTEIROS DA CASA E DO CORAÇÃO DESERTOS (2015).

Participante do POEMÁRIO (2008, Biblioteca Nacional de Brasília) da I Bienal Internacional de Poesia, que reúne os maiores nomes da poesia nacional e estrangeira.

Recebeu o Prêmio Castro Alves da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro (UBE-RJ) em 2013, pelo conjunto da sua obra.

Como jornalista, tornou-se editor literário de O BEMBÉM, jornal fundado por ele, Benjamim Santos e Tarciso Prado.

Idealizou e dirigiu os documentários O CLARÃO DA EXISTÊNCIA (2010) e ENCENADOR DE FUGA (2011). É de sua autoria, o roteiro de A SENDA E A ALAMEDA DE ASTRID CABRAL (2011) e OS TIGRES DE PRIMAVERA (2011, inspirado na poesia de Lêdo Ivo).

É membro titular correspondente da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro (UBE-RJ), da Academia Carioca de Letras (ACL) e membro titular efetivo da Associação Nacional de Escritores (ANE).


FONTE: https://academiaparnaibanadeletras.wordpress.com/academicos-2/


© Todos os Direitos Reservados 2017 - 2022 |   MAGNUSOFT desenvolvimento Sobre